Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

r/c esquerdo



Segunda-feira, 01.02.16

Da independência de certas entidades

A notícia de hoje sobre os aumentos em 150% aos administradores da Autoridade Nacional da Aviação Civil, implementados ao cair o pano do governo de Passos Coelho, além de ser absolutamente chocante pelos montantes envolvidos, em especial quando é decidida pelo mesmo governo que empobreceu violentamente a esmagadora maioria da população, é claríssima no que revela sobre a independência de certas entidades.

A ANAC, recorde-se, é a entidade que tem como funções, entre outras, dar ou não aval a negócios que envolvam a aviação civil. Um exemplo assim ao calhas: a venda da TAP, por pura coincidência decidida na mesma altura e pelo mesmo governo.

A ANAC também é, supostamente, uma entidade independente. E com notícias destas não é difícil antever o grau de independência que ela tem.

Que vos fique para memória futura. Que se lembrem disto da próxima vez que alguém vos vier falar da independência de certas entidades.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Jorge Candeias às 14:47


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



subscrever feeds


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829


Links

  •  
  • Internacional




    Átrio
    (só para habitantes)